GTM - Gabarra Advocacia (Head)
top of page
1_edited.jpg

Residência médica paga pelo governo na Lei 1.711/1952 conta para aposentadoria


📍 O tempo de serviço é disciplinado pela lei vigente à época em que é efetivamente prestado. Por isso, a lei nova que estabeleça restrição ao cômputo desse tempo não pode ser aplicada retroativamente.


📍 Com esse entendimento, a 2.ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou recurso especial ajuizado pela União visando afastar o tempo de residência médica paga pelo governo na contagem da aposentadoria de um segurado que atuou na vigência da Lei 1.711/1952.


📍 A norma dispunha sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis da União e foi revogada em 1990 pela Lei 8.112/1990.


📍 Ela previa, no artigo 80, inciso III, que o tempo de serviço prestado como extranumerário ou sob qualquer outra forma de admissão, desde que remunerado pelos cofres públicos, seria computado integralmente para aposentadoria.


📍 A União defendeu que o autor da ação, como residente médico, recebia bolsa, e não salário, e que, portanto, não poderia usar esse tempo para contagem para aposentadoria. Inclusive porque não havia celebração de contrato de trabalho, nem recolhimento de contribuição.


📍 Relator, o ministro Og Fernandes afirmou que a previsão da Lei 8.112/1990 é que o tempo de serviço deveria ser computado para aposentadoria, independentemente da forma de admissão, contanto que fosse remunerado pelos cofres públicos. É exatamente o caso dos autos.


👉🏻 “Não importava a natureza do vínculo com a administração pública, impertinente a inexistência de contrato de trabalho. Ademais, o fato de a lei denominar a retribuição ao médico residente de bolsa também não interfere no direito à contagem do tempo de serviço, diante da inexistência de restrição legal nesse sentido”, concluiu o magistrado.


— A votação na 2.ª Turma foi unânime.


— REsp 1.487.518

— Fonte: CONJUR Por Mariana Machado \ Assessoria de imprensa \ Gabarra Advocacia Conte conosco: contato via WhatsApp (16) 3442 – 2012. . . . #aposentadoriaespecial #aposentadoria #inss #previdenciasocial #previdenciário #advogadoprevidenciário #direitoprevidenciario #ribeirãopreto #sãopaulo #previdência #residênciamédica

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page